Conheça o mundo dos nutricosméticos: os queridinhos do momento

Já ouviu falar em nutricosméticos? Saiba tudo sobre o assunto e descubra por que eles são os queridinhos do momento!

Já pensou em tomar pílulas de beleza? Que tal eliminar quilinhos, fortalecer unhas e cabelos, melhorar a pele? Bem, se você já está pensando em acabar com os dias de academia e cortar as despesas com o salão, talvez não chegue a tanto – mas os nutricosméticos com certeza são uma bela ajuda para alcançar seus objetivos.

Veja o que são, como funcionam e descubra por que são os queridinhos do momento!

Nutricosméticos: a beleza em pílulas

Basicamente, os nutricosméticos são cosméticos que devem ser ingeridos de forma oral – e não aplicados de forma tópica. Na verdade, eles são suplementos alimentares cuja combinação de ingredientes ativos melhoram esteticamente várias partes do corpo.

Assim, os nutricosméticos liberam substâncias como aminoácidos, vitaminas e proteínas que têm ação antioxidante, anti-inflamatória ou antiglicante – que melhora a sustentação da pele – por exemplo.

Dessa forma, a sua ingestão pode retardar o envelhecimento, beneficiar a beleza de cabelos, unhas e pele, reduzir a adiposidade, facilitando emagrecimento, oferecendo fotoproteção, entre outros benefícios.

Como usar os nutricosméticos?

Os nutricosméticos, no entanto, não substituem a prática regular de exercícios físicos, a alimentação saudável nem os procedimentos estéticos.

Muito pelo contrário, eles devem ser utilizados justamente como coadjuvantes de uma abordagem múltipla, respondendo por até 20% de um tratamento completo.

Dessa forma, os nutricosméticos ajudam a reduzir a flacidez da pele, atuam no fortalecimento e brilho dos cabelos e colaboram com a perda de peso.

Mas os especialistas alertam: nutricosméticos não devem ser ingeridos por conta própria. O ideal é que haja uma acompanhamento médico, não só para indicar os produtos mais eficientes para cada caso, mas também para evitar problemas.

O que acontece é que várias substâncias não podem ser tomadas em conjunto, outras não devem ser ingeridas por tempo prolongado e outras podem ainda causar até problemas hepáticos e alergias.

Por outro lado, o excesso pode causar vários problemas, como a hipervitaminose, no caso das vitaminas, ou uma coloração alaranjada na pele, no caso dos carotenoides.

De acordo com os dermatologistas, o ideal é ter mais de 25 anos e evitar acumular pílulas. Segundo eles, o indicado é tomar um tipo de nutricosmético que já englobe tudo o que é preciso para aquele indivíduo, evitando reações adversas.

Gestantes, por sua vez, também devem esperar até o fim da amamentação para iniciar um tratamento com os nutricosméticos. Assim, o melhor é ter uma orientação bastante específica de um dermatologista.

O que tomar para ter o efeito desejado

De acordo com o Euromonitor, o Brasil é hoje o quarto colocado no ranking mundial de consumo de cosméticos. Na expectativa brasileira por driblar os efeitos da idade, os nutricosméticos se encaixaram com perfeição em um mercado ávido por novidades estéticas.

No entanto, apesar dos efeitos surpreendentes desse tipo de suplemento, o ideal é saber exatamente o que tomar para ter o resultado desejado. Assim, você não corre o risco de se decepcionar nem de gastar dinheiro à toa.

Uma das grandes vantagens dos nutricosméticos é que, além de melhorar a parte estética, eles também dão um verdadeiro boost no organismo.

Afinal, na maioria das vezes não conseguimos suprir toda a nossa necessidade de vitaminas, proteínas e sais minerais, o que faz com que o organismo funcione sempre com uma certa deficiência. E é aí que entram os suplementos, colaborando para uma vida mais saudável.

Os antioxidantes, por exemplo, combatem os radicais livres, responsáveis pela oxidação das células que causa o envelhecimento precoce. Além disso, os antioxidantes também são estimulantes para a formação de colágeno e fotoprotetores.

Por isso a substância é ideal para quem precisa combater rugas, prevenir o envelhecimento precoce, proteger a pele de danos solares, melhorar a acne e a hidratação da pele.

Veja o que fazem outras substâncias presentes nos nutricosméticos:

  • Vitamina C, carotenoides e flavonoides, peptídeos de colágeno, selênio, minerais, glicosaminoglicanas – Aumentam a produção de elastina e colágeno, agindo contra o envelhecimento da pele;
  • Polipodium leucotomas, caratenoides e flavonoides – Oferecem proteção solar, indicados para quem tem melasma ou lúpus eritematoso;
  • Silício – Regula o sistema imunológico, ajuda a formar elastina e colágeno novo, beneficiando unhas, pele e cabelos;
  • Luteína e ácido tranexâmico – Também protegem a pele contra a pigmentação, ideal para pessoas com tendência ao melasma;
  • Colágeno em peptídeos – serve como matéria-prima para a formação de colágeno novo na pele;
  • Zinco, nicotinamida, cobre e ácidos fólicos – Atuam no tratamento da acne e da rosácea;
  • Dimpless – Previne contra o aparecimento de cabelos brancos;
  • Família das xantinas – Colabora para a perda de peso;
  • Óleo de borragem – Para a hidratação da pele;
  • Biotina – Fortalece os cabelos.

Mas não esqueça: qualquer suplemento deve ter seu uso indicado e orientado por um profissional capacitado, como nutricionista, dermatologista ou clínico.

Quer suplementos de qualidade internacional e com os melhores preços? Venha conhecer as novidades Fast Nutri e aproveite nossas ofertas!

Deixe uma resposta