Os 5 segredos para voltar a rotina de treinos após as festas de fim de ano

Difícil retomar a rotina de treinos depois do Natal e Ano Novo? Que nada: confira essas super 5 dicas e prepare-se manter o foco e a boa forma!

Retomar a rotina de treinos depois das festas de final de ano não é fácil para a maioria das pessoas. O corpo já está meio pesado e até agradavelmente habituado às guloseimas de Natal e Ano Novo. Só de pensar em voltar para a academia e para a dieta já chega a dar um desânimo – mas é compensador depois de superado.

Por isso nós separamos 5 dicas para você não entrar nessa e voltar à rotina de treinos na boa, sem sentir muito. Mas não esqueça: se ficou mais de 15 dias afastado, respeite os novos limites do seu corpo, ainda que sejam temporários.

Nada de peso demais nem dietas muito rigorosas, e quando você menos esperar já chegou lá, onde sempre quis estar.

1. Defina metas reais para 2019

Todo final de ano é a mesma coisa: promessas e mais promessas, a maioria das quais nunca será cumprida. Então que tal reverter esse quadro traçando metas mais realistas?

Em vez de pensar em emagrecer 10 Kg em 2 meses, aumente esse prazo para 5, 6 meses – ou mais. Trace então uma rotina de treinos que contemple esse tempo de forma tranquila, sem exagero; faça com o nutricionista um plano alimentar sólido, sem radicalismos.

Dessa forma você estará criando também novos hábitos de atividade física e de alimentação, que deverão ficar melhor enraizados no seu dia a dia.

2. Planeje a rotina de treinos no seu dia a dia

Fim de férias, fim de festas, o retorno à vida real pode ser desanimador. É fácil encontrar desculpas para acabar não retomando a rotina de treinos.

Por isso, um bom planejamento é essencial para evitar pausas mais adiante que acabem significando outro período de inércia prolongado. O importante é inserir a rotina de treinos no seu cronograma diário e procurar manter o foco, sem faltar.

Para não desanimar, evite dar o passo maior do que as pernas. Então, não tenha pressa de chegar no mesmo patamar que estava antes, apenas tente manter o foco na rotina de treinos.

A transição precisa ser segura, estável e duradoura, por isso pegue leve na primeira semana. Na segunda, comece a aumentar a intensidade do treino gradualmente.

3. Retome o controle da sua alimentação

Esse é outro fator importante para retomar a rotina de treinos: fica no controle da sua alimentação – não o contrário. Sim, porque depois de tantas coisas gostosas e diferentes, é difícil reduzir a quantidade e voltar à dieta.

O truque, aqui, é aumentar a quantidade de lanches intermediários. Eles ajudam a saciar a fome entre as grandes refeições. Neles, prefira frutas, picolé de fruta, iogurte desnatado e snacks protéicos, como as barrinhas.

Nas refeições, opte por uma composição que contemple pelo menos metade do prato de saladas e proteínas (¼) e arroz ou hortaliças C (batata, inhame ou aipim, também ¼ do prato). A outra metade deve ser de carnes magras (peixe ou frango) cozidas ou grelhadas.

Como você deve sempre incluir todos os tipos de nutrientes, prefira os carboidratos complexos, como massas e cereais integrais.

Eles têm uma maior quantidade de fibras, que ajudam a regular o intestino e também alimentam os músculos com a energia necessária para a retomada da rotina de treinos.

Com o corpo mais leve fica mais fácil manter o foco, elevar a energia e retomar a rotina de treinos.

4. Atenção à hidratação

A hidratação é parte muito importante na retomada da rotina de treinos – ainda mais que é na estação mais quente do ano. Por isso, aumente consideravelmente a ingestão de água e líquidos em geral. Beba de 2 a 3 litros de água por dia.

Evite o consumo de álcool. Ele desidrata as células, tem alto valor calórico mas totalmente vazio e ainda atrapalha seu discernimento para escolher os alimentos.

Da mesma forma, reduza o sal, que também colabora para a desidratação celular, o acúmulo de líquidos e o inchaço. Troque o sódio por temperos naturais.

Reduza a ingestão de líquidos durante as refeições e procure mastigar bem e lentamente todos os alimentos para facilitar a digestão.

5. Aposte na suplementação certa

Os suplementos certos podem ser um grande aliado na retomada da rotina de treinos.

Energéticos podem ajudar a acelerar o metabolismo, termogênicos a queimar gordura, BCAA colaboram melhora o desempenho e favorece o ganho de massa muscular, whey protein favorece a reconstrução muscular e otimiza os treinos.

Converse com seu nutricionista sobre a melhor suplementação para melhorar ainda mais a sua performance nesse início de ano e mantenha o foco.

Quando o assunto é suplemento, você já sabe: a Fast Nutri produtos importados exclusivos, sempre com os melhores preços. Passa lá na loja e confere!

Deixe uma resposta