Por que as mulheres tem mais dificuldade para emagrecer?

Você já teve a impressão de que mulheres têm maior dificuldade para perder peso do que os homens? Não é apenas uma impressão; homem e mulher perdem peso em proporções diferentes devido a fatores fisiológicos, hormonais e genéticos, o que torna o emagrecimento da mulher ainda lento e difícil.

Mas isso não é motivo para desanimar. Através da alimentação, um bom treino e alguns truques, é possível reverter esse quadro e obter o máximo de sucesso na perda de peso. Confira abaixo como compreender melhor a dificuldade em perder peso para as mulheres e dicas para lidar com isso!

Perda de peso: homens X mulheres

Perda de peso: Homens x Mulheres

Muitos são os motivos para a dificuldade na perda de peso do sexo feminino, como fatores fisiológicos, hormonais e genéticos do próprio corpo da mulher, que não queima gordura como o homem. Veja mais alguns colaboradores:

Armazenamento de gordura

As células de gordura têm por finalidade armazenar gordura enquanto seu corpo não está precisando, para utilizá-la quando ele necessitar de energia extra.

Esse processo é controlado por dois tipos de enzimas: as lipogênicas, que ajudam a fazer essa contenção de gordura e as lipolíticas, que ajudam a liberar a gordura das células quando necessário.

Há estudos que comprovam que o corpo feminino possui mais enzimas lipogênicas e células de gordura maiores, por isso, é mais fácil armazenar gordura do que eliminá-la.

Com os homens funciona de forma contrária; células de gorduras menores com maior número de enzimas lipolíticas, o que torna a perda de peso mais rápida.

Massa muscular

Um quilo de músculo queima cerca de 10 calorias por dia. O que significa que quanto mais massa muscular, mais calorias serão queimadas.

Esse é outro fator que torna o emagrecimento para as mulheres difícil. O homem possui músculos maiores, mais massa muscular e menos gordura que a mulher.

Hormônio feminino

Um dos principais hormônios da mulher é o estrogênio, hormônio sexual feminino. Há pesquisas que afirmam que o estrogênio aumenta as enzimas que armazenam gordura.

Isso faz com que a mulher aumente de peso com mais facilidade em períodos como a puberdade ou a gravidez, devido ao aumento desse hormônio.

Além disso, o estrogênio também é responsável por definir a forma do corpo feminino, direcionando a gordura para ser armazenada nas nádegas, quadris e coxas.

Já a testosterona, hormônio sexual produzido pelos homens, estimula a produção de enzimas de liberação de gordura.

Existem ainda outros fatores que podem colaborar na dificuldade em perder peso, como dietas radicais, alterações hormonais devido à período específicos, como a menopausa e o período pré-menstrual.

Dicas para um emagrecimento saudável

Mesmo com as dificuldades apontadas, é possível adotar alguns métodos para que o emagrecimento para mulheres seja feito de forma saudável. A alimentação adequada somada a regularidade de exercícios acelera o metabolismo e torna a perda de peso mais ágil. Conheça mais algumas dicas:

Não pule refeições: um dos maiores erros na busca pela redução de peso é pular refeições. Porém, nosso corpo não distingue dieta de passar fome e tende a se adaptar para acumular esses nutrientes. Como? Produzindo mais enzimas que acumulam gordura.

Dê preferência a uma dieta balanceada e saudável e procure comer em curtos intervalos.

Beba água fria: o consumo de água gelada faz com que o nosso corpo trabalhe mais para regular a temperatura, ajudando na aceleração do metabolismo e potencializando a queima e gordura.

De olho na alimentação: do café da manhã ao jantar, busque por opções equilibradas ao longo do dia, que equilibrem os nutrientes necessários para o seu corpo.

Você pode incluir alimentos que ajudam a acelerar o metabolismo, tais como os de efeito termogênico, como chá verde, canela, pimenta, gengibre, salmão, frutas secas e outros.

Diversidade no treino: treinos cursos e intensos, como o HIIT (treino intervalado de alta intensidade) ajuda a acelerar o metabolismo, queimando calorias enquanto mantém a massa muscular. Lembrando que a massa muscular magra ajuda a acelerar o metabolismo.

Tome suplementos: o consumo de proteínas pós treino ajuda a repor as energias gastas de uma forma mais eficiente, além de potencializar os ganhos musculares. Alimentos à base de proteína gastam mais energia, pois o corpo possui mais dificuldade em digeri-los.

Os termogênicos também são grandes aliados na perda de peso. O XPEL por exemplo, é indicado pela musa fitness Gabriela Pugliesi e é líder em vendas. Ele é um mix de ervas diuréticas com ingredientes 100% naturais, que ajudam o corpo a eliminar a retenção de líquidos e intensificar a queima de gordura corporal. Vale a pena tentar se seu objetivo é secar bem rápido!

Outros fatores como uma boa noite de sono e momentos de relaxamento também ajudam na perda de peso.

Vale lembrar que tanto na parte da alimentação, como nos treinos e consumo de suplementos, é importante a procura por um profissional da área para que o emagrecimento seja feito de forma saudável e qualitativa.

Você também sente dificuldades para emagrecer? Compartilhe conosco suas dúvidas através dos comentários. E se estiver em busca de suplementos de qualidade, conheça tudo que a Fast Nutri tem para te oferecer!

5 Comments

Deixe uma resposta